Chefe de milícia executado na cadeira do dentista com 20 tiros

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Alexsander da Silva Monteiro, de 41 anos, conhecido como Popeye, que era chefe de uma milícia da região de Campo Grande, no Rio de Janeiro, foi morto durante uma consulta dentária. De acordo com a Polícia Civil, homens armados invadiram o consultório e executaram o criminoso.
 
Segundo informações do jornal ‘Extra’, os homens dispararam pelo menos 20 tiros contra Alexsander e o corpo dele ficou em cima da cadeira onde era atendido. O dentista e outra pessoa ficaram feridos.

Policiais militares do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) foram até o local e começaram as investigações do caso. Para os agentes, uma das linhas de investigação é de que o assassinato do miliciano tenha ocorrido devido a uma disputa pela expansão do grupo paramilitar em Campo Grande e Santa Cruz. Os policiais, porém, não descartam outras motivações para a execução.

Segundo a Polícia Civil, Popeye assumiu o comando da milícia de Campo Grande após a prisão do seu sócio Francisco César Silva de Oliveira, o Chico Bala, em 2010. Informe baiano

Deixe uma resposta

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×