Castramóvel realizou cerca de 40 mil cirurgias 2013

O serviço gratuito de castração de cães e gatos, ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), já contabilizou cerca de 40 mil castrações e 35 bairros beneficiados, desde março de 2013. A adesão à castração favorece o controle de natalidade e combate a reprodução descontrolada, evitando o abandono dos pets em via pública. O serviço já passou pelos 12 distritos sanitários de Salvador. 

Atualmente, o projeto possui duas unidades móveis. O primeiro equipamento está instalado na sede da Guarda Civil Municipal (GCM), na Avenida General San Martin, 734, em Fazenda Grande do Retiro. Já a segunda unidade está em atividade na sede da Prefeitura-Bairro de Itapuã (Avenida Dorival Caymmi, nº 17) desde que foi reinaugurada. Este equipamento foi desativado no final de 2018 para passar por uma reformulação. Agora repaginado, volta a ser um importante mecanismo de controle populacional dos animais na capital baiana.  

Em ambos locais, os atendimentos acontecem de segunda a sexta, das 8h às 13h. As castrações podem ser solicitadas no e-mail agendamento. dipa @ gmail. com. Basta enviar RG e CPF do tutor, comprovante de residência, cartão do SUS e cartão de vacina antirrábica atualizado do animal. No dia agendado é realizada a triagem do animal e, caso esteja tudo em ordem com a saúde, a castração é feita em seguida. Além disso, os procedimentos podem ser realizados nas Unidades de Saúde Básica. 

Por conta da pandemia, a recomendação é que compareça apenas o tutor e o animal para não gerar aglomeração. O serviço permanecerá em funcionamento, na sede da Guarda Municipal até o fim de dezembro e na unidade administrativa da Prefeitura-Bairro, em Itapuã, até o dia 29 de janeiro do próximo ano. 

Para o veterinário da Unidade Móvel de Castração, Augusto Angelim, o serviço é importante para o controle da população de caninos e felinos. “A condição de controle é estabelecida para evitar a proliferação de animais nas vias urbanas, tanto para a integridade física dos animais, como para a proteção da saúde humana. Os animais errantes, por exemplo, por causa deste descontrole podem transmitir doenças, como raiva e acidentes por mordedura. Por isso, é tão importante a castração e a vacinação antirrábica. A castração previne várias doenças, como câncer, piometra e torção nos testículos. Pelo bem estar dos animais e da população, sempre orientamos que a cirurgia de castração seja feita o mais precoce possível”. 

A protetora de animais Erica Santana destacou a importância da iniciativa que deu visibilidade à causa animal em Salvador. “Facilitou muito pela mobilidade e por poder chegar aos bairros com facilidade. É imprescindível castrar animais porque evita várias doenças, como a piometra, câncer de útero e mama nas fêmeas, no caso dos machos, câncer de próstata e nos testículos, além de deixar o animal mais calmo, sociável e com mais qualidade de vida. A castração é agir na raiz do abandono e evitar problemas de saúde pública”. 

“É muito importante, porque oferecemos um serviço que é caro de forma gratuita para todos. A castração previne doenças, como tumores mamários, próstata, câncer, principalmente, nas fêmeas. Só este ano, foram cerca de 5 mil animais castrados”, afirma a diretora da Diretoria de Promoção à Saúde e Proteção Animal (DIPA), Tainara Ferreira. Secom

Deixe uma resposta