Cardeal francês começará a ser julgado por acobertar abusos

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Começará na próxima segunda-feira (7) o processo contra o arcebispo de Lyon, cardeal Philippe Barbarin, que é acusado de acobertar casos de pedofilia ocorridos nas décadas de 1970 e 1980.

Vítimas do padre Bernard Preynat, que teria abusado de mais de 70 escoteiros, dizem que Barbarin agiu para encobrir os crimes do sacerdote. O cardeal, no entanto, afirma ser inocente.

Segundo o jornal francês La Croix, o processo deve ser concluído em 9 de janeiro. O arcebispo de Lyon não é o único membro do alto escalão da Igreja Católica envolvido em denúncias.

Na Austrália, o poderoso cardeal George Pell, prefeito licenciado da Secretaria de Economia do Vaticano, é réu por crimes de pedofilia supostamente ocorridos nas décadas de 1970 e 1990.

No próximo mês de fevereiro, o papa Francisco fará uma reunião com as conferências episcopais do mundo inteiro para adotar medidas contra abusos sexuais na Igreja.

ANSA

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×