Cancelamento do Carnaval em fevereiro é oficializado sem anúncio de nova data

Prefeito ACM Neto falava em fazer novo calendário conjuntamente com Rio e São Paulo, com perspectiva de festa no 2º semestre de 2021.

Apesar de ter prometido anunciar até o fim deste mês uma nova data para o Carnaval de 2021, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), decidiu somente cancelar a folia que seria realizada em fevereiro (de acordo com o calendário da igreja católica).

Em coletiva à imprensa nesta sexta-feira (27), Neto disse que a realização do evento está atribuída à uma vacina que imunize a população contra o novo coronavírus.

“Essa decisão poderia ser anunciada antes, mas esperei a cidade escolher seu prefeito. Eu comunico que não teremos Carnaval em fevereiro. Nem eu, nem Bruno e nem ninguém poderá estabelecer uma data, porque isso depende de uma vacina. Se houver clareza sobre prazos de vacina, os prefeitos eleitos podem discutir o calendário”, afirmou ACM Neto.

Apesar da declaração do democrata, o prefeito eleito, Bruno Reis (DEM), em seu discurso de vitória, no dia 15 de novembro, também havia prometido anunciar ainda este mês uma nova data.

O que vinha sendo cogitado era um novo calendário em conjunto com as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. “Nós vamos aguardar o resultado das urnas no Rio e em São Paulo para tomar a decisão em conjunto com esses prefeitos”, declarou Bruno nesta manhã.

A decisão de uma data conjunta vinha sendo namorada desde o início do segundo semestre deste ano. No dia 20 de julho, o prefeito ACM Neto havia dito que as três prefeituras estavam conversando sobre o adiamento do Carnaval para julho de 2021, mas só poderia dar mais detalhes sobre o diálogo em novembro, período limite que ele havia estabelecido para definir o rumo da folia.

“Estamos achando que poderia acontecer no começo de julho, antes das Olimpíadas. Ainda temos aí algum tempo para decidir e, se depender de mim, será uma decisão nacional”, afirmou Neto na oportunidade. bahia.ba

Deixe uma resposta