Câmara questionará Alberto Pimentel por acusações a Carballal

Titular da Semtel disse que o vereador desconhecia a política local.

Diversos vereadores se solidarizaram com o colega Henrique Carballal (PV), na sessão ordinária da Câmara de Salvador desta terça-feira (4), por ter sido criticado publicamente pelo secretário municipal de Trabalho, Esporte e Lazer, Alberto Pimentel. O presidente da Casa, Geraldo Júnior (SD), recomendou que a Diretoria Legislativa envie ofício ao titular da Semtel para que explique suas declarações à imprensa, acusando o parlamentar, ex-líder da bancada do prefeito ACM Neto, de desconhecer a política local.

Da tribuna, Carballal rebateu o que chamou de “provocação”, frisando que Alberto Pimentel sempre fez política em Feira de Santana e “caiu de paraquedas” na administração da capital baiana por indicação da esposa, a presidente estadual do PSL na Bahia e deputada federal Dayane Pimentel. “Todos nós aqui temos mandatos construídos com muito trabalho e quando alguém desmerece um vereador está agredindo esta Casa como um todo”, reagiu o vereador do PV.

Em entrevista à imprensa, Pimentel sugeriu que Carballal, mesmo sendo da base do prefeito na Câmara, agia como se ainda fosse “um petista” ao se manifestar contrário à possível presença do PSL na chapa apoiada por ACM Neto à sua sucessão. “Fiz uma avaliação política”, enfatizou o vereador.
Moisés Rocha, do PT, disse que Pimentel “por diversas vezes já desrespeitou esta Casa por meio de declarações na imprensa”. 
 Fonte da notícia: Diretoria de Comunicação