Boris Johnson anuncia exclusão de bancos russos e corta financiamento privado

Foto: (Arquivo AFP)

“Vimos hoje quem de fato é Vladimir Putin”, afirmou premiê inglês.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta quinta, 24, no Parlamento britânico o novo pacote de sanções que será aplicado contra a Rússia, após o presidente Vladimir Putin iniciar um ataque militar sobre a Ucrânia. Entre as medidas, o Reino Unido vai excluir completamente os bancos russos do sistema financeiro britânico, impedir que companhias russas levantem capital em Londres e impor sanções a mais de 100 “indivíduos e entidades”.

Mais especificamente, Johnson informou que todos os ativos do banco VTB serão congelados e a empresa estatal do setor aéreo Aeroflot, banida. Também serão banidas novas exportações de componentes de alta tecnologia à Rússia. “Fico satisfeito em dizer que medidas similares seão adotadas pelos Estados Unidos”, disse Johnson, cujo governo definiu as sanções após reunião dom líderes do Grupo dos Sete (G7).

Quanto à possível retirada da Rússia do sistema financeiro Swift, medida que divide lideranças globais, Johnson afirmou que não há nenhuma medida que não será considerada.

Para o premiê britânico, as últimas ações de Putin mostram que o presidente russo tinha intenção de invadir a Ucrânia independentemente do que os aliados ocidentais fizessem. “Vimos hoje quem de fato é Vladimir Putin. É um agressor sanguinário que acredita em conquista imperial”, criticou Johnson. Correio

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: