Bolsonaro diz que “o maior poder é do povo” após STF determinar obrigatoriedade da vacina

Um dia depois do Supremo Tribunal Federal (STF) determinar a obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que, embora haja independência entre os três poderes da República, o maior poder é o do povo, a quem jurou lealdade.

“Jamais a nossa democracia e a nossa liberdade serão ameaçadas por quem quer que seja. Entendam uma coisa. Os Três Poderes são independentes e harmônicos, mas o maior poder é do povo brasileiro”, disse.

Bolsonaro comentou sobre o caso quando discursava para 845 soldados formandos da Polícia Militar do Rio de Janeiro. De acordo com o presidente, a imprensa nunca apoia a polícia, apenas tecem críticas. O presidente chegou a recomendar que os policiais pensem assim antes de agir.

“Em uma fração de segundos está em risco a sua vida, do cidadão de bem ou de um canalha defendido pela imprensa brasileira. Não se esqueçam disso. Essa imprensa jamais estará ao lado da verdade, da honra e da lei. Sempre estará contra vocês. Pensem dessa forma para poderem agir.”

Sem citar o nome de seu amigo e ex-policial aposentado Fabrício Queiroz, investigado operador de um esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio, o presidente disse que a polícia do Rio é uma das melhores do Brasil. “Já tive bons policiais ao meu lado que hoje são massacrados pela mídia”, disse ele. Portal A Tarde

Deixe uma resposta