Aporte da CBF à Série D ajuda a ‘manter prática do futebol viva’, diz presidente da FTF

O aporte designado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aos clubes da Série D (veja aqui) serve para "manter a prática do futebol bem viva em todos os estados brasileiros". Essa é a opinião do presidente da Federação Tocantinense de Futebol (FTF), Leomar Quintanilha. "Trata-se de um fato inusitado e, creio eu, extremamente positivo. Temos que lembrar do princípio federativo. Entendo que esse é o esforço que a CBF está vislumbrando com essa atitude de aproximar, de ouvir, de perceber o sentimento dos dirigentes desses clubes em relação ao certame, com relação à circunstância em que eles disputam o certame em cada estado", afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias. A Série D de 2022 está na reta final da primeira fase. Faltando duas rodadas para o encerramento, três dos quatro representantes baianos ainda estão vivos na briga pela classificação. O Bahia de Feira é o vice-líder do grupo A6 com 20 pontos, enquanto o Jacuipense ocupa o quarto lugar com 18 pontos na chave A4, cinco a mais do que a Juazeirense, na sexta posição.Bahia Noticias

%d blogueiros gostam disto: