Antes de morrer, Eduardo Galvão pediu para amigo ficar em casa: O medo que dá, tu não sabe

Ator teve a morte confirmada nesta terça-feira (8) em decorrência do coronavírus.

O ator Eduardo Galvão, que teve a morte por coronavírus confirmada na madrugada desta terça-feira (8), foi tomado pelo medo durante sua internação em um hospital no Rio de Janeiro. O veterano que passou mais de uma semana internado, chegou a mandar mensagem para o ator Stepan Necerssian, seu amigo pessoal, pedindo para que ele se cuidasse e ficasse em casa.

A gravação foi exibida nesta terça no programa ‘Mais Você’. “Muito ruim isso, cara. Se liga aí, Stepan. Sai de casa não, cara. Fica ligado aí. E o medo que dá, cara. Tu não sabe se vem coisa pior. Se vai melhorar, se não vai”, dizia Eduardo no áudio.

O ator passou 11 dias internado. Ele deu entrada com cerca de 50% dos pulmões comprometidos e precisou ser entubado. Os últimos dias do artista foram na UTI do hospital, ele chegou a apresentar melhora, mas não resistiu.

Nas redes sociais, Eduardo recebeu homenagens dos colegas de trabalho e amigos pessoais. Angélica, uma das primeiras a dividir papel com o veterano, chamou o amigo pelo apelido e afirmou que tinha perdido um grande parceiro.

“Eu não consigo acreditar que essa doença te levou da gente … tá muito difícil. Precisamos tanto da sua leveza, alegria, liberdade e carinho nesse mundo! Era sempre tão bom te encontrar, você foi um presente lindo que a fada Bela me deu. Obrigada por sua amizade, por ser esse cara tão especial no meu coração e no coração de tanta gente”, escreveu.

Eduardo recebeu também homenagem do time de coração, o Flamengo. “O Clube de Regatas do Flamengo lamenta profundamente o falecimento do ator Eduardo Galvão, vítima da Covid-19. Grande rubro-negro e sempre participativo nos eventos do clube, Eduardo deixará muitas saudades”.

bahia.ba

Deixe uma resposta