22 prefeitos já morreram no Brasil por complicações provocadas pelo coronavírus

Ao menos 22 prefeitos morreram no Brasil em decorrência de complicações provocadas pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia, em março.

A morte mais recente foi na terça-feira da semana passada,15,: Humberto Pessatti, o Betão (MDB), de 56 anos, prefeito de Rio do Oeste, em Santa Catarina. O primeiro óbito de prefeito com a doença ocorreu em 27 de março: Antônio Nonato Lima Gomes, o Antônio Felicia (PT), de 57 anos, prefeito de São José do Divino, no Piauí. Bocão

Deixe uma resposta