Vereador de Porto Alegre pede afastamento para comemorar 105 anos de líder norte-coreano

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×
Marcio Bins Ely (PDT) diz que foi convidado para participar por ser secretário adjunto de Relações Internacionais do partido. Viagem não será paga pela Câmara.

vereador Marcio Bins Ely (PDT) pediu afastamento por dois dias da Câmara de Vereadores de Porto Alegre para participar, em Brasília, de um jantar em comemoração aos 105 anos do ditador norte-coreano Kim Il-sung, morto em 1994.

Conforme a assessoria de imprensa do vereador, não será utilizado dinheiro público para a viagem.

A participação dele foi justificada pela executiva do partido pelo fato de Bins Ely ser secretário adjunto de Relações Internacionais.

Conforme a Embaixada da República Democrática da Coreia do Norte, o evento acontece no dia 12 de abril, quando será oferecido um jantar para os convidados.

O aniversário do falecido líder norte-coreano, no entanto, é no dia 15.

O vereador Valter Nagelstein (PMDB) presidiu a sessão da Câmara na segunda-feira (10), quando foi deliberado o afastamento do vereador. “Eu presidi a sessão, na qual apregoei a dispensa, à convite da Embaixada da Coreia do Norte.

Vários vereadores perguntaram se havia algum custo para a casa, mas esclareci que a despesa era por conta do vereador”, afirmou o parlamentar.

Entrada lateral da Câmara Municipal de Porto Alegre. Palácio Aloísio Filho.
Entrada lateral da Câmara Municipal de Porto Alegre. Palácio Aloísio Filho.
0 Flares Facebook 0 0 Flares ×