Trump pode ter revelado segredo militar sobre Coreia

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contou a seu homólogo das Filipinas, Rodrigo Duterte, que deslocou dois submarinos nucleares para se precaver contra eventuais tentativas de agressão por parte da Coreia do Norte.

A conversa, por telefone, ocorreu em 29 de abril de 2017 e joga mais dúvidas sobre a capacidade do republicano de lidar com informações confidenciais. A transcrição do áudio, que era confidencial e foi feita pelo Departamento de Relações Exteriores do país asiático, foi publicada pelo site “The Intercept”.

Em determinado momento, Duterte expressa suas preocupações com o comportamento do líder norte-coreano, Kim Jong-un, a quem acusa de estar “brincando com bombas”. Trump então responde: “Temos muito poder de fogo por ali. Temos dois submarinos – os melhores do mundo -, temos dois submarinos nucleares – não que pretendamos usá-los. Nunca tinha visto algo como eles, mas nós não temos de usá-los, porém ele [Kim] pode enlouquecer, então veremos o que acontece.” O presidente filipino rebate que toda geração tem um “homem louco” e que o norte-americano está lidando com um “problema bastante delicado”. “Nós podemos lidar com ele”, garante Trump, que acrescenta que a China precisa aumentar a pressão sobre Pyongyang para “resolver o problema”.

Até então, não se sabia que os Estados Unidos tinham deslocado dois submarinos nucleares para a região da Coreia. O que era de conhecimento público era que, em 25 de abril, quatro dias antes do diálogo com Duterte, um veículo do tipo, o USS Michigan, fez uma breve aparição no porto sul-coreano de Busan.

Nas últimas semanas, o presidente foi acusado de ter compartilhado informações de inteligência sobre o Estado Islâmico (EI) com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov. Trump, que está na Bélgica, não comentou o vazamento da conversa com o líder filipino.

ANSA

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×