Suspeito de matar PM em Pernambués tem prisão decretada

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Um homem identificado apenas com o prenome de Ícaro está sendo procurado pela polícia por envolvimento na morte do soldado da Polícia Militar Fabiano Miranda Gomes dos Santos, 25 anos – assassinado durante um assalto em Pernambués. O crime aconteceu no dia 4 de agosto e a vítima morreu quatro dias depois.

A assessoria da Polícia Civil não soube dizer quando o mandado de prisão temporária de Ícaro foi expedido, mas informou que três pessoas participaram do latrocínio (roubo seguido de morte). Os outros dois suspeitos foram identificados como Daniel Santos Oliveira, o Pastor, e Ângelo Márcio da Silva Portugal, 20.

Daniel morreu algumas horas após o crime, durante um confronto com policiais da Operação Apolo, em Cosme de Farias. No momento do tiroteio ele estava acompanhado de Samuel da Silva Oliveira, 29. No início da investigação, Samuel foi considerado um suspeito, mas a participação dele na morte do soldado Fabiano foi descartada pela Força-Tarefa que investiga o crime.

Ângelo foi morto na noite desta terça-feira (16), em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Segundo a assessoria da PM, viaturas da Operação Gêmeos, 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foram até o bairro de Ilha de São João atrás do suspeito depois de receberem uma denúncia de que ele estaria no local. Houve troca de tiros e o homem foi baleado.

O crime
O soldado Fabiano, era lotado no Batalhão da Polícia Turística (Beptur) e foi baleado na cabeça e no pescoço por homens armados que chegaram em um carro Sandero prata e anunciaram o assalto. Não há informações se ele reagiu à abordagem. O PM foi socorrido por uma viatura e levado para o Hospital Geral Roberto Santos, onde morreu dias depois.

O policial estava acompanhado da namorada no momento do crime. Ela contou à polícia que, quando passavam por Pernambués num Stilo preto, dois homens em um Sandero prata atiraram contra o veículo em que estavam.

Em nota, a Polícia Militar informou que Fabiano estava de folga, e ia entregar uma torta, junto com sua namorada, quando foi alvejado. Os suspeitos fugiram levando a arma do PM, uma PT 940. O veículo de Fabiano foi abandonado pelos bandidos no bairro de Luís Anselmo.

 

Um morador da rua onde ocorreu o crime relatou que ouviu entre oito e dez disparos por volta das 22h. “De manhã cedo ainda tinha rastro de sangue na rua, mas a chuva limpou”, contou. Segundo ele, os assaltos são frequentes no local.

Depois, ainda foi revelado que o grupo que abordou e atirou no PM tinha roubado o Sandero em Ipitanga, no município de Lauro de Freitas. O carro ainda estava sendo conduzido pela vítima quando os bandidos abordaram o soldado e a namorada, segundo informações de um policial militar, que preferiu não ser identificado.

Fabiano estava na corporação havia dois anos e há um ano fazia parte do batalhão. Ele morava no bairro de Castelo Branco, não era casado e nem tinha filhos. Correio 24 Horas

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×