STF nega pedido de Lula para anular gravações e áudios vão ser analisados por Teori

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

O pedido de liminar da defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva para anular as gravações interceptadas na Operação Lava Jato, foi negado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. Ele pediu ainda que o juiz federal Sérgio Moro separasse e mantivesse sob sigilo os áudios de conversas entre Lula e autoridades com foro privilegiado.O presidente do STF suspendeu o uso das conversas por Sérgio Moro até que o ministro-relator Teori Zavascki analise o caso após o recesso do judiciário, em agosto.

No grampo, foram flagradas autoridades como Dilma Rousseff, que continua tendo foro privilegiado, e o ex-ministro da Casa Civil, Jaques Wagner e da Fazenda, Nelson Barbosa que na época, também tinha foro privilegiado.

“Convém que, por ora, as gravações apontadas como ilegais permaneçam sob sigilo e isoladas dos demais elementos de prova já colhidos nos demais processos em curso na instância de piso (13.ª Vara Federal Criminal de Curitiba), até o exame definitivo da presente reclamação pelo ministro Teori Zavascki”, disse o presidente do STF. Varela Notícias

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×