Secretaria Municipal de Saúde fiscaliza qualidade do gelo e da água no Carnaval

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Em um balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, foi revelado que até o momento, os registros de ocorrências no Carnaval apresentaram uma queda de 14% em comparação a 2017.

Até então, foram atendidas 1,2 mil pessoas.

Somente nesta sexta-feira (9), foram atendidas 1030 pessoas, sem demandas graves. Não foi atendida nenhuma vítima de arma de fogo.

Mais de 70% dos atendimentos foram no Circuito Barra-Ondina, especificamente no posto do Farol da Barra. Uma das razões para queda nas ocorrências, segundo o secretário de Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, é o “distencionamento dos blocos” e, com isso, o “Carnaval ficou mais pacífico sem as cordas e os cordeiros”, além da instalação de portais de segurança, que barra a entrada de objetos cortantes, por exemplo. Para ele, o “Carnaval está mais disciplinado”.

A pasta também fiscalizou a qualidade do gelo dois meses antes da festa. O secretário afirma que foi identificado todos os locais de distribuição de gelo e água no Carnaval.

A pasta testou a qualidade dos produtos e testou a qualidade da água, mesmo a fornecida pela Embasa. Quando foi indicado algum problema na qualidade, foram adotadas medidas para estabilizara situação.

O gestor de Saúde municipal ainda relatou que houve uma ação da Vigilância Sanitária com bares e restaurantes, em que foi requisitado a apresentação dos cardápios para ver medidas para combater casos de diarreia na festa.

Ele também informou que a partir deste sábado (10) começa a funcionar os postos do Fique Sabendo na Barra, com realização de testes de HIV, Sífilis e Hepatite.

Em casos de Sífilis, a pessoa já recebe a medicação no local mesmo.

As pessoas que fizerem o teste de HIV e tiverem resultado positivo, terão acompanhamento psicológico, com assistente social e serão encaminhadas para o tratamento.

Caso ela precise, será assegurado até transporte para o atendimento. Em 2017, a Secretaria Municipal de Saúde realizou 5,2 mil atendimentos. Em 2016, foram 6,5 mil.

Bahia Notícias

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×