Por que as dores menstruais não são levadas a sério pelos médicos?

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Um estudo divulgado nesta semana provou que as dores menstruais podem ser “tão fortes quanto um ataque cardíaco”.

 Contudo, “os homens não o entendem e por isso não é dada a devida importância a este problema” – algo que devia ser repensado, já que este é um caso que merece a mesma atenção que qualquer outro, diz o professor, pesquisador da Universidade de Londres e autor do estudo que ressalva que pouca investigação tem sido feita nesta área.

De fato, conta o Independent, em média, um homem espera 49 minutos para ser assistido por um médico devido a dores abdominais.

No caso da mulher, a média de espera é de 65 minutos.

O motivo prende-se com a ideia pré concebida de que a mulher é “exagerada” e “dramática”.

Estas são noções comuns que se devem ao estereótipo sexual, visível não só nos homens, mas pelas próprias mulheres entre si que fazem da menstruação um assunto tabu, que é pouco falado, e apenas entre mães e filhas ou amigas próximas que silenciam a questão impedindo o assunto chegue a debates no meio médico.

Levar o tema a público será, aponta o Independent, o primeiro passo para que as dores menstruais não sejam vistas como algo sem importância.

Notícias ao Minuto

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×