‘Missa para Clarice’ leva aos palcos ‘o sagrado’ na obra da escritora

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Roteiro é centrado na história de um arauto e de duas beatas claricianas que procuram fazer do espaço do Teatro um Templo de Reflexão

universo de Clarice Lispector é resgatado nos palcos, na peça de teatro “Missa para Clarice – Um Espetáculo Sobre o Homem e Seu Deus”, em cartaz no Rio de Janeiro, de 23 de fevereiro a 18 de março, no Teatro Laura Alvim, em Ipanema. O roteiro é centrado na história de um arauto e de duas beatas claricianas que procuram fazer do espaço do teatro um templo de reflexão.

O ritual cênico, que une a palavra de Clarice Lispector, o teatro de Eduardo Wotzik e a música de Henryk Góreck, prioriza a atmosfera do sagrado, tema pulsante na obra da escritora. “Missa no sentido de missão, de levar através de um ritual a obra de Clarice ao espectador e produzir uma reflexão”, declara Eduardo Wotzik, que passou os últimos 20 anos se preparando para esta montagem.

A partir da obra de Lispector como matéria-prima, os textos são apresentados de forma surpreendente, com a participação ativa do público – que, como acontece em uma missa, senta, levanta, reza e canta em diversos momentos da peça. A proposta do espetáculo é formar um ritual cênico e religioso que convide o público a repensar a própria vida.

“Missa para Clarice” estreou em fevereiro de 2016, no CCBB do Rio de Janeiro, e foi levada a 18 teatros de todo o Brasil, através de 200 apresentações assistidas por um público de 35 mil pessoas. Com direção de arte de Analu Prestes e iluminação de Fernanda Mantovani, a peça é encenada por Cristina Rudolph e Natally do Ó, que dividem o palco com Eduardo Wotzik, responsável pela edição texto final e direção artística geral do espetáculo.

Notícias ao Minuto

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×