Massa confirma risco de GP do Brasil sair do calendário da Fórmula 1

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Após divulgação do calendário 2017 da Fórmula 1 com uma interrogação ao lado do GP do Brasil, o piloto Felipe Massa confirmou nesta quinta-feira (29) a possibilidade do Grande Prêmio de Interlagos ser deixado de lado na próxima temporada, segundo o colunista Livio Oricchio, do Globo Esporte.

“Há alguns meses me perguntaram a esse respeito, dei minha opinião e fui criticado pelo Tamas [Rahonyi, da Interpro, organizadora do evento]. Eu apenas respondi uma pergunta. Não tenho a menor ideia dos termos do contrato, de como funciona. Falei que diante do momento difícil do Brasil, existia, sim, a chance de isso acontecer”, revelou o piloto.

Segundo o texto, a organização do GP do Brasil reagiu às especulações e afirmou “sentir-se surpresa, pois tem um contrato [com a Formula One Management-FOM] até 2020 que será rigorosamente cumprido assim como nos últimos 45 anos”.

Afirmação não fez Massa recuar em sua opinião. O piloto da Williams – que deixará a categoria no fim deste ano – disse que “o risco independe de ter um contrato” e ainda justificou: “a Alemanha tem contrato e a gente não fez corrida lá no ano passado”.

Ainda de acordo com Oricchio, a FOM cobra o valor médio de US$ 24 milhões (cerca de R$ 77 milhões) ao Brasil e tem como principal fonte de renda a venda dos direitos de TV. Vale ressaltar que os ingressos cobrados para ter acesso ao autódromo paulista durante a corrida custam entre R$ 570 e R$ 2,8 mil.  Varela Notícias

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×