Felipe Lucas difunde as artes marciais em Salvador

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

“A prática esportiva é um fator de inclusão social”, justifica o vereador.

Um dos focos do mandato do vereador Felipe Lucas (PMDB) em 2018 será a continuidade da difusão da prática das artes marciais em Salvador. “A prática dessas modalidades esportivas afasta as crianças e os jovens do mundo da criminalidade e, por isso mesmo, é um fator de inclusão social”, afirmou o parlamentar. Ele é autor do Projeto de Lei nº 377/17, que institui no Calendário Oficial de Eventos da Cidade a “Semana Municipal de Artes Marciais”.

O projeto do vereador foi sancionado pelo prefeito ACM Neto e virou a Lei nº 9.289/17. A data será comemorada sempre na última semana de setembro. “Esta iniciativa tem como objetivo levar ao conhecimento da comunidade a importância das artes marciais na formação de nossos jovens e adultos, através da divulgação da história e procedimentos de seus praticantes”.

Ela também afirma que “Salvador se constitui num grande celeiro de atletas praticantes de artes marciais, acumulando, inclusive, diversas conquistas em campeonatos nacionais e mundiais”. Mas muitos destes títulos são conquistados, segundo Felipe Lucas, “em completo anonimato”.

Neste ano, o vereador vai articular com as entidades esportivas as atividades que serão realizadas na primeira edição da Semana Municipal de Artes Marciais. “A intenção é chamar as crianças e jovens para a prática esportiva. Sendo assim, a meta é dar visibilidade às artes marciais”.

Rede

 Felipe Lucas também vem articulando uma rede neste sentido e que conta com 70 professores de Jiu Jitsu e mestres de Muay Thai e Kickboxing.

Há seis anos o vereador é um dos coordenadores do Projeto Boa Luta. “Através da Academia Nordeste Jiu Jitsu nós demos novos caminhos, de forma gratuita, para cerca de 400 adolescentes, numa idade entre sete e 14 anos”, afirmou.

Ele frisou que os pais dos alunos relatam mudanças de comportamento de seus filhos. “As artes marciais têm como um dos seus pilares a disciplina”, assegurou o vereador. Secom/Câmara de Salvador

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×