Enfermeira passa 70 dias internada após fazer preenchimento nos glúteos em salão de beleza

Vítima teve uma infecção generalizada e chegou a ficar em UTI, em Feira de Santana. Esteticista e dona do salão de beleza vão ser indiciadas por lesão corporal grave e exercício ilegal da função.

ma enfermeira de 28 anos ficou internada após fazer um preenchimento de glúteos em um salão de beleza, em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. A mulher passou mais de 70 dias em dois hospitais da cidade.

Segundo a delegada Maria Clécia Vasconcelos, que investiga o caso, a enfermeira contratou o serviço de Mari Bronze Bahia, uma esteticista que mora em Salvador, que esporadicamente realiza o procedimento estético em um salão de beleza de Feira de Santana, que também funciona como clínica de estética.

A vítima fez o procedimento no final do ano passado. Alguns dias após passar pela cirurgia, a mulher começou a sentir dores nos glúteos e percebeu o aparecimento de secreção no local. Conforme a delegada, a vítima procurou a esteticista, que que receitou um remédio. No entanto, o medicamento não fez o efeito desejado e a enfermeira procurou um hospital.

A mulher teve uma infecção generalizada. Ela ficou 31 dias internada em um hospital e outros 40 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de outro hospital. Ao ter alta, a vítima procurou a Delegacia da Mulher em Feira de Santana para denunciar o caso.

De acordo com a delegada Maria Clécia Vasconcelos, a esteticista vai ser indiciada por lesão corporal grave e pelo exercício ilegal da função, crime pelo qual a dona do estabelecimento também vai ser indiciada. G1