‘É um recado muito ruim’, diz Bruno Boghossian sobre tuíte de Carlos Bolsonaro

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×
Ele considera que o clã Bolsonaro enxerga as instituições como contrárias ao projeto de governo

O jornalista e colunista da Folha de S. Paulo em Brasília, Bruno Boghossian, comentou hoje (13), em entrevista à Rádio Metrópole, o polêmico tuíte do filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, que disse que “Por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá”.

Mestre em Ciência Política pela Universidade Columbia (EUA),  Boghossian lembra que o pensamento do vereador do Rio de Janeiro não é novo.

“A mensagem de Carlos reflete um pensamento que é muito recorrente ali, principalmente na família do presidente. O presidente já deu algumas declarações no passado, na história política dele, mais ou menos nessa linha. A insinuação que está ali é de que as instituições democráticas (Congresso, Judiciário) colocam algumas barreiras, na visão deles, à implantação de medidas que eles julgam necessárias”, disse.

Ele considera que o clã Bolsonaro enxerga as instituições como contrárias ao projeto de governo.

“Só que a gente tem que lembrar que as pessoas podem não gostar muito do Congresso, que está sempre em baixa, mas são instituições que fazem parte da República, justamente para limitar os poderes das instituições, que controlam o poder uma da outra. Porque numa democracia, por mais que você a maioria da população escolha um governante, por exemplo, não dá direito a esse governante de ter poderes ilimitados”, afirmou.

O jornalista conclui que o pensamento do filho do presidente pode ser interpretado como um sinal de que a democracia não é vista como o caminho favorito. 

“É um recado ruim, exatamente porque dá a entender que o jogo democrático não é o caminho preferido, digamos assim, nesse ponto de vista”, declarou.

Metro 1

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×