DGS revela que há 23 casos de sarampo desde janeiro

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

A Direção-Geral da Saúde alertou, esta segunda-feira, para a necessidade de os pais vacinarem os filhos “sem hesitação”.

Segundo a DGS (Direção Geral de Saúde) de Portugal, desde janeiro foram notificados 23 casos de sarampo em Portugal, sendo que 11 foram confirmados pelo Instituto Ricardo Jorge e os restantes 12 estão ainda em fase de investigação.

O JN tinha revelado, esta sexta-feira, que havia 10 casos de sarampo em Lisboa e Algarve.

Um dos casos é uma adolescente que teve de ser transferida em estado grave de Cascais para o Hospital D. Estefânia.

Segundo divulgou o Expresso no domingo à noite, a transferência foi feita para o Hospital D.

Estefânia porque era a única unidade “com quartos de pressão negativa e cuidados intensivos necessários para este tipo de situações”.

Citando a diretora-geral do Hospital de Cascais, o Expresso revelou ainda que a jovem faz parte de um grupo de seis casos de menores que deram entrada em Cascais com sarampo.

A primeira infeção terá sido detetada numa criança de 13 meses, não vacinada, que deu entrada no hospital a 27 de março, tendo depois contagiado cinco funcionárias, que como estavam vacinadas tiveram a doença mas de forma mais leve.

A DGS informou ainda que hoje, pelas 18:30, emitirá um comunicado pormenorizado sobre este assunto.

sarampo

O sarampo é uma das doenças infeciosas mais contagiosas, podendo provocar doença grave ou mesmo a morte. É evitável pela vacinação e está, há vários anos, controlada em Portugal.

Consideram-se já protegidas contra o sarampo as pessoas que tiveram a doença ou que têm duas doses da vacina, no caso dos menores de 18, e uma dose quando se trata de adultos.

Mais de 500 casos de sarampo foram reportados só este ano na Europa, afetando pelo menos sete países, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fonte: jornal de notícias

 

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×