Day McCarthy diz que é negra que nasceu com ‘pensamento racista’

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

A socialite brasileira Day McCarthy admitiu em entrevista que foi racista ao ofender em um vídeo publicado em sua conta no Instagram, Titi Gagliasso, filha dos atores globais Bruno Gagliasso e Giovana Ewbank. Dayane Alcântara Couto de Andrade, 28 anos, afirmou que se considera negra, e que não consegue mudar o seu pensamento, mas afirma não ter “nada contra” negros.

“Eu já nasci com esse pensamento racista, e acho que isso deveria ser conversado. Lógico que isso é uma coisa que você pode controlar e não falar. Mas, você pensando aquilo, pra mim é a mesma coisa, continua sendo racismo”, diz. “A mesma coisa é com os gays, eles não vão deixar de ser o que são porque a sociedade não acha correto”. Afirmou a brasileira.

Ela também conta que pode até controlar o que fala, mas que isso não muda o seu pensamento. Daiane também diz que foi vítima de ataques na internet diversas vezes, o que serviu de incentivo para gravar o vídeo racista sobre a pequena Titi. Ela disse que o vídeo era para um grupo fechado e acabou sendo vazado. “Eu resolvi fazer aquele vídeo pois sofro com racismo na internet. Eu também sofria muito bullying na escola por ser pobre, por ser gorda, por ser feia. Eu sempre fui na delegacia e ninguém dava ouvido. As pessoas também me chamavam de “macaca” de “preta”, “nariz de Michael Jackson”, me atacando no Instagram. Eu recebo muitas ofensas de racismo e ninguém faz nada por eu não ser filha de famosos, não ser filha de rico”. E complementa: “Assim como ela é negra, eu também sou negra. Então eu achei pura hipocrisia isso. As pessoas que estavam me xingando, me ofendendo pela minha aparência, vão lá no instagram do Bruno Gagliasso e chamam a menina de linda?”.

Varela Notícias

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×