Camaçari: Base Operacional da PM virou abrigo de mendigo na Praça Abrantes

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Uma cena constrangedora que pode ser vista a qualquer hora do dia e da noite na Praça de Abrantes, no centro da cidade de Camaçari, uma das cidades mais ricas da Bahia, que tem uma das maiores arrecadações do Estado, localizada a 47 quilômetros de Salvador.

A população anda indignada com a cena que constrange os moradores, comerciantes e pessoas que transitam pela Praça, e são obrigados a sentir o mau cheiro que vem da Base Operacional onde está sendo usado para sem teto fazer suas necessidades, de dia e à noite. O local não tem nenhum guarda municipal nem tampouco um policial militar para reprimir roubos, assaltos e usuários de drogas que fazem da Praça um ponto de referência para uso de entorpecentes.

Em 2015, a Câmara Municipal de Camaçari aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2016. O Orçamento Municipal de 2016 ficou em nada mais nada menos do que R$ 1,09 bilhão de reais, superando em mais de 50 milhões de reais as expectativas iniciais.

Toda essa riqueza é puxada pelo pólo industrial instalado a mais de 30 anos da cidade, e que só se fortaleceu na última década, e é responsável por 90% pela arrecadação tributária do Município. Hoje são mais de 90 empresas, gerando 45 mil empregos, entre diretos e indiretos, e produzindo um faturamento anual que atinge 15 bilhões de dólares.

Não é novidade para ninguém os índices econômicos que ilustram a força da economia da Cidade. Camaçari é o segundo Município que mais arrecada na Bahia e é responsável por 18% de toda a riqueza gerada no Estado. Camaçari se destaca economicamente inclusive no cenário nacional, sendo o 36o. maior PIB nacional e 21o. Município que mais exporta no Brasil.

Esta é a situação hoje do Posto de Operações. Foto: Gazeta Online
Esta é a situação hoje da Base Operacional. Foto: Gazeta Online

Mas toda essa arrecadação bilionária não tem refletido diretamente em benefícios para a população que tem sofrido com a violência, tráfico de drogas, desemprego, comércio fechando e praças públicas abandonadas, a exemplo da Praça de Abrantes.

12 Batalhão da Polícia Militar de Camaçari

O diretor do Gazeta Online, o jornalista Jefferson Weindler foi recebido pelo Comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, o Tenente-Coronel Carlos Henrique Ferreira Melo, para falar sobre o abandono da Base Operacional da Polícia Militar da Praça de Abrantes, palco de muita revolta por parte da população que sofre com a violência urbana e o medo de passar à noite pelo local.

Segundo o Tenente-Coronel Carlos, que está no Comando do 12 Batalhão há pouco mais de dois anos, ele lembra do momento que a Base Operacional foi solicitada no ano passado pela Prefeitura Municipal para um projeto social, e que não era possível em conjunto com a Polícia Militar, que, segundo ainda o Comandante, ele chegou a insistir sobre a possibilidade do Batalhão ficar sob a responsabilidade da Base, mesmo com o projeto em andamento, mas recebeu a resposta que não. Desta forma, a Base passou a ter a responsabilidade da Prefeitura Municipal.

Hoje às 10 da manhã, ainda tinha morador de Rua dormindo em frente ao Posto de Operação. À noite são mais de 10 mendigos e usuários no local. Foto: Gazeta Online
Hoje às 10 da manhã, ainda tinha morador de Rua dormindo em frente a Base Operacional. À noite são mais de 10 mendigos e usuários no local. Foto: Gazeta Online

O Tenente-Coronel Carlos esteve no local há dois dias e viu a situação que se encontra a Base, e, imediatamente solicitou a Prefeitura de Camaçari que retornasse aos cuidados da Policia Militar, e pediu para que fosse feita reformas antes de passar novamente para o 12 Batalhão, onde está aguardando que seja iniciada as obras para o retorno da Base. Ainda sobre o que fazer, o Comandante disse que no momento não tem condições humanas para disponibilizar policias quando estiver em condições, porque precisaria de no mínimo 12 policiais, mas que vai colocar uma viatura no local para dar mais segurança a população. A polícia militar apreende cerca de 2 usuários de drogas todos os dias no local e conhece bem a necessidade de policias na Praça de Abrantes.

Nossa equipe não conseguiu ainda contato com o Secretário de Infraestrutura de Camaçari para saber se há um projeto de restauração da Base de Operação da Polícia Militar, mas aguardamos algum contato da Prefeitura.

 

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×