3 tratamentos e uma solução caseira para clarear olheiras escuras

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

A pigmentação escura ao redor dos olhos, a famosa olheira, é uma das coisas mais difíceis de se tratar, explica Dr. Abdo Salomão, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. “As olheiras podem ser pigmentares quando são castanhas e tem origem na melanina ou vasculares cuja cor provém da hemoglobina, quando são mais avermelhadas. Existem esses dois tipos. Em uma o predomínio é vaso. Na outra o predomínio é melanina, de forma genética”, explica. O médico lista alguns tratamentos poderosos para resolver o problema:

LASER VEKTRA O laser Vektra fracionado é um laser que aplicado nessa região e que melhora a textura e principalmente clareia as olheiras. “Ele melhora tanto o castanho que é o pigmento de melanina quanto o pigmento férrico que é o da hemoglobina. Vektra age no melanócito impedindo a célula de liberar o pigmento para as células mais superficiais. É como se o melanócito guardasse o pigmento para ele”, explica o médico. O ideal é fazer uma sessão a cada 15 dias, num total de 4 a 6 sessões. “As sessões são rápidas, duram 10 minutos, o tratamento não dói, não fica roxo, é possível fazer e o paciente ir trabalhar na mesma hora”, afirma.

SKINBOOSTER Outro recurso é o skinbooster, uma técnica em que é colocado ácido hialurônico de baixa concentração na camada inferior da pele, na derme profunda ou no subcutâneo. “Ele aumenta bem a hidratação dessa região, ajuda a clarear e melhora rugas finas”, explica.

PREENCHIMENTO “Também temos o recurso do preenchimento da goteira lacrimal. Pegamos ácido hialurônico de maior densidade, preenchemos e isso melhora o ângulo da região e aquele aspecto de olho fundo, escuro; tudo isso melhora bastante em uma sessão. O paciente já vê melhora na hora.”

Em casa – Para usar diariamente, cremes com a combinação do MeiYanol (antiolheira) com Hydroxyprolisilane CN (regenerador) e B-White (clareador) são boas opções, segundo a farmacêutica Mika Yamaguchi, diretora científica da Biotec Dermocosméticos. “O primeiro diminui a inflamação além de ser quelante de ferro, por isso age nas olheiras férricas também; o segundo é um regenerador que recupera a elasticidade da região; o terceiro impede a síntese de melanina e atua quando a pigmentação tem origem genética”, explica. “Mas é importante sempre consultar um dermatologista que pode personalizar a fórmula”, finaliza.

 Notícias ao Minuto
0 Flares Facebook 0 0 Flares ×